Notícias
 
Atividade industrial tem expansão em agosto, aponta CNI
Houve expansão dos resultados de indicadores do setor no mês de agosto, com destaque para o emprego, na comparação com o mesmo período de 2012
09/10/2013




Brasília - A Confederação Nacional da Indústria (CNI) informou hoje (9) que houve expansão dos resultados de indicadores do setor no mês de agosto, com destaque para o emprego, na comparação com o mesmo período de 2012, que cresceu 2%, um ritmo que não era registrado desde 2011, informou a entidade.

Em comparação ao mês de julho, os indicadores faturamento real, horas trabalhadas na produção, emprego, massa salarial real e rendimento médio real também apresentaram melhora. A exceção foi a utilização da capacidade instalada (UCI), que teve queda no período comparado.

De acordos com os dados desazonalizados, as horas trabalhadas na produção registraram crescimento de 1,3%, em agosto e o faturamento do setor chegou a 3,4%, ambos em comparação a julho. O emprego cresceu 0,8%, a massa salarial 0,3%, o maior nível do ano, e rendimento médio real, em 0,1%, todos na mesma comparação, informou a CNI.

“Estes dados mostram que a indústria está de certa forma em ritmo moderado, mas crescendo um pouco. Aumenta a produção, termina gerando mais emprego. Com isso, gera mais renda e termina tendo mais impacto no rendimento real e no consumo das famílias”, disse Flávio Castelo Branco, gerente executivo da CNI.

No caso da UCI, com dados desazonalizados, o índice caiu de 82,3% para 82%, de julho para agosto. É o menor patamar de utilização da capacidade instalada no ano. Em comparação ao ano passado, o indicador permaneceu instável.

“Pelos dados mensais, esses números mostram sempre alguma oscilação. O uso da capacidade instalada pode ser até uma sinalização positiva, que houve uma maturação dos investimentos, que novos investimentos entraram em operação à espera de uma demanda futura, que venha ocupar essa capacidade adicional colocada nas empresas”, avalia Flávio Castelo Branco.

De qualquer forma, ele disse ainda que não crê que a performance dos indicadores industriais prossiga de forma diferente da apresentada em agosto. Segundo o economista, é provável que será observada essa melhora gradual, mas “talvez com pouco menos oscilações mês a mês, em uma situação mais estável”.

“As previsões se tornaram pouco mais favoráveis na virada do semestre. Creio que vamos virar o ano com um ritmo de crescimento um pouco mais positivo, sinalizado que, potencialmente, para 2014 segue pouco mais favorável”, disse.

 


Fonte: Agência Brasil

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia