Notícias
 
Faturamento da indústria cresce 5% e nível de uso da capacidade instalada é o maior desde 2011
A pesquisa apresenta crescimento nas horas trabalhadas na produção, no emprego, na massa real de salários, no rendimento médio dos trabalhadores e na utilização da capacidade instalada
22/06/2013


O faturamento da indústria brasileira aumentou 5% em abril na comparação com março, na série com ajuste sazonal. Foi o segundo mês consecutivo de expansão do faturamento do setor, informam os Indicadores Industriais de abril, divulgados pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A pesquisa apresenta crescimento nas horas trabalhadas na produção, no emprego, na massa real de salários, no rendimento médio dos trabalhadores e na utilização da capacidade instalada. "Os números mostram que a indústria está se recuperando. E é uma recuperação bem expressiva", disse o presidente da CNI Robson Braga de Andrade. Ele lembrou, no entanto, que os dados não indicam uma tendência. "A gente não pode afirmar que trata-se de um crescimento sustentado, que vai permanecer ao longo do tempo", afirmou Andrade ao sair de encontro com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

A pesquisa da CNI mostra que as horas trabalhadas na produção tiveram expansão de 2,9% em abril frente a março, na série de dados dessazonalizados. Foi a maior alta desde março de 2010. Na mesma base de comparação, a utilização da capacidade instalada aumentou 0,7 ponto percentual e alcançou 83,3%, o maior nível desde junho de 2011.

Com expansão de 0,1% em abril em relação a março, na série livre de influências sazonais, o emprego manteve a trajetória de crescimento lento. Na mesma base de comparação, a massa real de salários e o rendimento dos trabalhadores aumentaram 0,4%.

Conforme o gerente executivo da Unidade de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco, os dados de abril foram influenciados pelo maior número de dias úteis em relação a março. Além disso, o bom desempenho da indústria em abril, disse ele, é resultado das medidas do governo para estimular a economia, como a desoneração da folha de pagamento de alguns setores e a redução da tarifa de energia.

"A indústria iniciou o segundo trimestre com um forte crescimento", afirmou Castelo Branco durante entrevista coletiva. Ele destacou que o resultado de abril não representa uma tendência. Lembrou que a recente alta dos juros e a valorização do dólar frente ao real mudaram o cenário e terão impacto sobre a atividade industrial.

Análise setorial

De acordo com os Indicadores Industriais, o faturamento real aumentou em 18 dos 21 setores pesquisados em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado. As horas trabalhadas na produção cresceram em 17 setores e o emprego em 12. "O setor de veículos automotores foi um dos maiores responsáveis pelo bom desempenho da atividade industrial em abril", constata a pesquisa.
Na indústria de veículos, o faturamento real aumentou 40,2% em abril em relação ao mesmo mês do ano passado. Na mesma base de comparação, as horas trabalhadas na produção cresceram 15,1%, o emprego teve expansão de 3,1% e a massa real de salários cresceu 1,1%.

Outro setor que teve bom desempenho em abril na comparação com o mesmo mês de 2012 foi o de máquinas e equipamentos. Naquele período, o faturamento real do setor cresceu 26,3%, as horas trabalhadas na produção aumentaram 10% e o emprego teve alta de 2,4%.

 

(Fonte: Portal CNI)

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde/Clínico Geral - Ramal 9024
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Lazer
Serviços
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia