Notícias
 
Na véspera do 1º de Maio, governo volta a prometer conversa com centrais
Secretaria Geral da Presidência anuncia que, a pedido da CUT, será criada "mesa de diálogo" para construir "interlocução" com representantes de trabalhadores, que se queixam de falta de abertura da gestão Dilma Rousseff
01/05/2013


A Secretaria Geral da Presidência da República aproveitou a chegada do Dia do Trabalho, neste 1º de maio, para anunciar a abertura de uma mesa de diálogo com as centrais sindicais. Segundo nota divulgada pela assessoria de comunicação do ministro Gilberto Carvalho no final da tarde de ontem (30), a decisão foi tomada a pedido da CUT visando a “construir um processo de interlocução”.

O mesmo comunicado informa que a primeira reunião será realizada no próximo dia 14 no Palácio do Planalto, mas não dá detalhes sobre quais setores do governo estarão representados. O grupo terá sete temas para debater: terceirização de mão de obra, combate à informalidade do trabalho, redução da rotatividade, fortalecimento do Sistema Nacional de Emprego, política de medicamentos, especialmente para aposentados, participação dos trabalhadores em programas de formação técnica e regulamentação da Convenção 151 da Organização Internacional do Trabalho (OIT), que rege a negociação coletiva e o direito de greve no serviço público. A CUT também lista a regulamentação do trabalho doméstico, após emenda constitucional aprovada pelo Congresso que amplia direitos a essa categoria.

A reunião vem após uma série de cobranças feitas por conta do encontro do último dia 6 de março entre os presidentes das centrais e a presidenta Dilma Rousseff. De lá para cá, telefonemas e pedidos de e-mail não encontraram resposta por parte do governo, segundo nota emitida pelo presidente da entidade,Vagner Freitas.

“Ficaram de fora pontos importantes como o fim do fator previdenciário e redução de jornada para 40 horas semanais. A alegação do ministro Gilberto Carvalho é a de que o governo ainda não tem proposta com relação a esses dois itens”, acrescentou Freitas, que foi recebido hoje pelo ministro. “O mais importante é que o governo se comprometeu a levar para a mesa de negociação questões muito caras para o movimento sindical, como a regulamentação da terceirização e da Convenção 151.”

Desde o começo da gestão Dilma Rousseff a relação entre centrais sindicais e Palácio do Planalto atravessa altos e baixos. São frequentes as críticas de que o governo não atende aos pedidos dos trabalhadores, e a tensão diminui vez ou outra por conta de reuniões pontuais.

Ao longo de todo o ano passado a CUT cobrou uma posição do governo sobre a desoneração do Imposto de Renda sobre a participação nos lucros ou resultados (PLR). No 1º de Maio de 2012, o ministro Gilberto Carvalho chegou a anunciar que a decisão seria anunciada rapidamente, mas a equipe econômica congelou o anúncio, feito finalmente na última quinzena do ano.

Em março, Dilma recebeu os presidentes das centrais após quase um ano sem negociação direta. Na ocasião, foi dada a presidenta uma pauta comum de reivindicações, e houve diferentes avaliações sobre o resultado do encontro. No começo deste mês, uma nova marcha voltou a chamar atenção para a necessidade de diálogo.

 


Fonte: Rede Brasil Atual

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde/Clínico Geral - Ramal 9024
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia