Notícias
 
Projovem trabalhador, ministro defende política para o primeiro emprego
01/02/2011


O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, defendeu nesta segunda-feira (24) a manutenção de políticas de incentivo à contratação de jovens, afirmando que a questão do primeiro emprego é o "maior desafio" do país na área do trabalho. Lupi esteve em Barretos (SP) para inauguração de uma agência do ministério e entrega de diplomas a 1.092 alunos que concluíram o Projovem Trabalhador.
Na avaliação do ministro, a geração recorde de empregos formais em 2010 - 2,5 milhões de vagas em todo o país - é um sinal de alerta para que o Brasil invista mais na área de qualificação profissional, pois já não há excesso de trabalhadores qualificados à disposição das empresas.
"As vagas naturalmente costumam ir para quem já têm alguma experiência, mas como o jovem vai ter experiência sem oportunidade? É preciso romper esse ciclo vicioso e qualificar essa mão-de-obra. O país está crescendo e mais vagas vão surgir", afirmou.
Lupi elogiou a iniciativa da prefeitura e da câmara municipal de Barretos, que tentam aprovar lei concedendo incentivos fiscais às empresas que contratem jovens sem experiência profissional. A proposta também inclui isenção de impostos municipais para empresas fundadas por jovens empreendedores.
"Medidas desse tipo e programas como o Projovem são importantes porque permitem que estudantes de baixa renda e formação incompleta possam continuar se preparando profissionalmente. Sem esse curso, muitos estariam parados ou subempregados. Damos a eles condições de lutar por vagas formais no mercado e desempenhar bem essas funções", disse o ministro.
Em Barretos, o Projovem ofereceu cursos profissionalizantes de 350 horas de aula em áreas como administração, comunicação social, serviços pessoais, madeira e móveis, turismo e alimentação. Os alunos que comprovaram freqüência receberam um auxílio financeiro de R$ 600 ao longo do curso.
Ao entregar os diplomas, o ministro contou aos estudantes um pouco de sua própria experiência profissional. Ele lembrou que começou a trabalhar como jornaleiro após perder seu pai, aos treze anos. "Tenho uma origem muito parecida com a de vocês, desde cedo tive de ajudar a sustentar minha família. Se eu cheguei até aqui, vocês podem ir ainda mais longe", incentivou.

Projovem Trabalhador

Nas modalidades Juventude Cidadã e Consórcio Social da Juventude, o programa do MTE prepara o jovem para o mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda. Podem participar do programa os jovens desempregados com idades entre 18 e 29 anos, e que sejam membros de famílias com renda per capta de até meio salário mínimo.

 

 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia