Notícias
 
CNM/CUT decide lutar por Pacote Emergencial Econômico para garantir proteção à saúde, emprego e renda durante e pós Pandemia
Entidade também definiu em reunião ampliada da direção, as datas do 1° Encontro dos Coletivos Nacionais via vídeo conferência e a produção de Lives sobre temas da classe trabalhadora
14/05/2020




A Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT) assumiu o compromisso de aprofundar o Pacote Emergencial Econômico, como proposta para financiar as medidas de proteção à saúde, ao emprego e a renda dos trabalhadores e das trabalhadoras durante e pós a pandemia do novo coronavírus.

O pacote foi construído por uma frente de esquerda no Parlamento, que propõe a taxação de grandes fortunas no Congresso Nacional, e foi apresentado pelo Deputado Federal, Henrique Fontana (PT) na reunião ampliada da direção da entidade, que aconteceu na tarde da última terça-feira (13), de forma virtual.

O presidente da CNM/CUT, Paulo Cayres, disse que independente da pandemia e respeitando todas as orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a entidade vai continuar lutando em defesa da vida e de um mundo mais justo para a classe trabalhadora.

“A gente focou em dialogar sobre a proposta de taxação nas grandes fortunas na CUT, nas federações, sindicatos e com a população, porque isso é extremamente importante para reduzir a pobreza no nosso país, ampliar a distribuição de renda, reduzir a concentração de renda. E claro, nós queremos fazer isso através de diálogo com o Congresso Nacional”, explicou.

Segundo ele, não dá mais para ficar esse “escândalo”, que é ter um trabalhador ou trabalhadora que ganha R$900, que mal dá pra sobreviver, pagando um imposto igual a uma pessoa que ganha R$ 200, 300 mil reais por mês. Paulão, como é conhecido no movimento sindical, também destaca a desigualdade em relação aos valores da cesta básica.

“Quando eu vou comprar minha cesta básica o imposto é igual para todo mundo e não pode ser porque você trata os desiguais como igual e não pode. E é por isso que precisa isentar o imposto da cesta básica de trabalhador e construir uma lógica de imposto progressivo, assim como nós também precisamos retomar o debate da questão da tabela do imposto de renda, que sempre penaliza os mais pobres”, explicou.

O secretário-Geral da CNM/CUT, Loricardo de Oliveira, disse que a reunião teve esse papel importante de trazer para a agenda da entidade uma pauta discutida no Congresso Nacional e que ser mais ofensivo em pautas propositivas traz para a categoria uma esperança de que é possível distribuir renda e mudar a realidade do país.

Essa pauta do Fontana foi importante para que possamos fazer o debate, além do que a conjuntura está propondo, como estas medidas de redução de jornada e de salário e toda essa questão problemática do momento. Porque alguém precisa pagar essa conta da crise que estamos vivendo e que iremos passar depois da pandemia e essa conta não pode ser paga só pelos trabalhadores, quem tem dinheiro tem que pagar a conta”, afirma.

Loricardo destaca que a direção da CNM/CUT buscará construir uma campanha dos pontos da taxação de grandes fortunas, que estão vinculados aos projetos em discussão no Congresso Nacional, tratados na reunião com o deputado Henrique Fontana. O objetivo é esclarecer à população e a categoria o que está sendo proposto pelos partidos de esquerda e para isso será necessário ter as federações, os sindicatos, o macrossetor da indústria da CUT incorporados neste objetivo.

“Vamos discutir ponto a ponto destas propostas junto com a sociedade e com os coletivos da entidade e pensaremos juntos como desenvolver essa campanha junto aos trabalhadores, como nós democratizarmos essas informações que estão sendo postas e como nos mobilizamos para que essas pautas sejam realmente votadas no Congresso”, explicou o dirigente.

Encaminhamentos da direção na reunião virtual

Além de definir aprofundar a luta pela taxação das grandes fortunas, a CNM/CUT também decidiu pelas seguintes ações:

- as novas datas do 1° Encontro via vídeo conferência dos Coletivos Nacionais da CNMCUT, por vídeo, que deverá ser do 01 de junho 2020 a 05 de junho 2020;

- A CNM/CUT construirá Lives sobre temas de interesse da classe trabalhadora;

Reuniões virtuais

A CNM/CUT já realiza reuniões e encontros online há mais de um ano, depois da reforma trabalhista e está ampliada da direção é uma continuidade do deste processo.

Inclusive já foi organizada, também por meios digitais, a plenária de campanha salarial deste ano e houve grande participação dos trabalhadores organizados e seus indicados.

“Com esta pandemia este meio só veio ser aperfeiçoado pelos companheiros e companheiras que ainda não estavam preparados para este formato de debates”, explicou Loricardo, que destacou como um grande desafio a realização do 1º Encontro dos Coletivos da entidade no ínicio do próximo mês.

“O desafio maior que nós vamos fazer agora é o encontro dos coletivos da CNM que ainda estamos construindo coletivamente, mas com certeza irá dar certo e conseguiremos atingir nossos objetivos da luta”, afirma.

Para o Paulão, a CNM demonstra o alto grau de organização com a presença gigantesca do seus dirigentes nesta reunião e em outras atividades online que a entidade está fazendo.

“Nossa categoria demonstra um compromisso gigantesco com esta nova realidade fazendo diferente deste presidente eleito, porque sempre elegeremos a vida como a principal bem do ser humano e nós não iremos parar”.

“Vamos continuar fazendo o que sempre fizemos, a nossa luta. Não importa o formato, nós nos adaptamos e continuamos a lutar seja na rua, seja dentro de casa, no isolamento, nas redes, nas conferências ou no WhatsApp”, finaliza.


Fonte: CNM/CUT

 
Veja também
 
 
 
Canal WhatsApp
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
STIMEPA - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. do Forte, 77 - Cristo Redentor - CEP 91.360-000;
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS.
 
Omega Tecnologia