Notícias
 
Campanha Salarial 2020: Conselho dos Sindicatos articula pauta de reivindicações
O percentual do INPC para a data-base da categoria metalúrgica, fixada no mês de maio, é de 3,48%.
19/02/2020




 A construção da pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2020 dos metalúrgicos do RS foi o principal ponto de discussão da reunião do Conselho dos Sindicatos, realizada na manhã desta terça-feira (18), na sede da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do RS (FTM-RS). Coordenado pelo presidente Lírio Segalla, o encontro contou com a presença de lideranças dos 29 sindicatos filiados à Federação e também com o apoio das assessorias jurídicas da Federação, as advogadas Lídia Woida e Juliane Durão.

Neste ano, além das cláusulas econômicas, que consistem na negociação do reajuste salarial, do piso da categoria e dos menores aprendizes, além dos ganhos referentes ao Quinquênio, as cláusulas sociais também entram em discussão. Segundo projeção do Dieese, o percentual do INPC para a data-base da categoria metalúrgica, fixada no mês de maio, é de 3,48%.

O Secretário de Finanças da Federação, Milton Viário, abriu o encontro abordando o tema da sustentação do movimento sindical e destacou que nos últimos anos a entidade apostou em potencializar e fortalecer os sindicatos filiados.

Também com relação à sustentação, o grupo tem trazido ao debate desde 2019 a importância dos acordos de PLR na categoria. Com o surgimento da Medida Provisória 905, que prevê mudanças no formato de negociação destes acordos, as discussões se ampliaram.

A advogada Lídia Woida esclareceu pontos da MP, destacando que a mesma não se aplica aos acordos de PLR pois possui artigo que prevê ato do Ministro da Economia em concordância com o orçamento da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o que de fato não ocorreu. “A MP 905 não pode ser aplicada, o que nos remete a continuar guiando as negociações de PLR pela Lei 10.101/2000, que prevê a participação do Sindicato para a validação dos acordos”.

Alternativas à Terceirização

Com a aprovação da Lei 13.429/17, no ano de 2017, a terceirização de trabalhadores passou a ser permitida inclusive na atividade-fim das empresas. Com isso, os debates sobre condições e regras de trabalho, assim como a representação destes trabalhadores pelo Sindicato, são constantes no movimento sindical e na categoria metalúrgica.

Para a campanha deste ano, os metalúrgicos do Estado buscarão alternativa às contratações de terceirizados. Lídia Woida esclareceu que a Lei é clara quando prevê que o trabalho não pode ser subordinado, pois o trabalhador presta um serviço à empresa. “Na terceirização não pode ter subordinação e a gente entende que isso é impossível quando se trata da atividade-fim de uma empresa”, apontou.

O grupo também levantou questões relacionadas aos contratos de trabalho por tempo determinado/indeterminado, suas aplicações e extinções, assim como pontos referentes à homologação das rescisões nos sindicatos.

Até o dia 20 de março os sindicatos da categoria devem discutir e aprovar – ou não - a pauta com as bases para no dia 25 de março apresentar o retorno na plenária de início da Campanha Salarial no Estado.

Fonte: Rita Garrido (STIMMMEC)

 
Veja também
 
 
Canal WhatsApp
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
STIMEPA - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. do Forte, 77 - Cristo Redentor - CEP 91.360-000;
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS.
 
Omega Tecnologia