Notícias
 
Sindicato conquista 2,3% e manutenção das cláusulas sociais
.
20/07/2018


Assembleia aconteceu na quinta-feira 19, encerrando assim, a Campanha Salarial 2018


  O Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre realizou assembleia geral 19 de julho e, com votação dos trabalhadores e trabalhadoras, aprovou a proposta patronal encerrando a Campanha Salarial 2018.
Durante assembleia o presidente Lírio Segalla resgatou a construção da ideia de Campanha Salarial e não Convenção Coletiva, é prejudicial, pois criou-se a ideia de que o Sindicato negocia apenas valores. ‘’Na nossa CCT existem cláusulas sociais mais valiosas que o dissídio, mas foco dos trabalhadores é sempre na % do aumento’’, comentou.

Após o relato das rodadas de negociação, o diretor João Massena apresentou a proposta patronal que foi de 2,30% em julho e 3,33 dias de trabalho de abono, referentes a maio e junho. ‘’Somando o aumento + o abono, o trabalhador vai receber ao todo, nos 13 salários do ano, uma diferença de 2,80%", explica. (Confira exemplo abaixo). O teto segue sendo R$ 6.000,00.

Em campanha desde a data base em maio, o Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre, junto aos 28 sindicatos filiados a FTM-RS, enfrentou a resistência da patronal em discutir melhorias nas cláusulas sociais da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). O diretor da FTMRS, Milton Aviario, acredita que, em virtude dos tempos de recessão e com uma inflação baixa (1,69%) não condizente com a realidade das pessoas, o resultado foi satisfatório.

Em 2017, o objetivo seria que esse ano negociaria na mesa apenas as cláusulas econômicas, porém, com a aprovação da Reforma Trabalhista, muitos direitos consolidados na CLT foram retirados. O Sindicato conquistou a manutenção de todas as cláusulas sociais para a Convenção Coletiva 2018, como o quinquênio, auxílio estudante, entre outros. Será possível conferir a Convenção Coletiva completa no site www.stimepa.org.com assim que homologada no Ministério Público.

Ao longo do mês de junho, o sindicato realizou diversas assembleias nas portas das fábricas para apresentar o andamento da campanha salarial. Ao longo de todo período os metalúrgicos e metalúrgicas da base estiveram mobilizados para o andamento das negociações.

É importante ressaltar que há mais de quatro mil empresas de todo o Rio Grande do Sul negociando junto à mesa e o Sindicato entende que o trabalhador merece, ao sair de uma fábrica e ir para outra, encontrar nela as mesmas condições sociais e econômicas da anterior. “Precisamos do apoio dos trabalhadores (as) para continuar a luta por mais direitos e, assim, trazer mais dignidade à vida da classe metalúrgica”, concluiu.

Taxa negocial

Também na assembleia do dia 19 foi aprovada a taxa negocial de 4%. Vale lembrar que essa taxa só será cobrada de não-sócios e pessoas que não pagam o confederativo.

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde/Clínico Geral - Ramal 9024
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Lazer
Serviços
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia