Notícias
 
Para CUT, redução no valor do salário mínimo para 2018 é resultado do golpe
.
18/08/2017


Executiva da entidade condenou decisão de Michel Temer, de reduzir em R$ 10,00 o salário mínimo de 2018


 A Executiva da Central Única dos Trabalhadores (CUT) divulgou nota, nesta sexta-feira (18), condenando decisão do governo ilegítimo de Michel Temer, de reduzir em R$ 10,00 o valor do salário mínimo de 2018.

Na nota, a CUT repudia a crueldade das ações golpistas contra os segmentos populares e conclama a sociedade brasileira a se mobilizar contra mais este ataque aos direitos dos trabalhadores

Na quinta-feira (17), a direção da CUT reuniu-se em São Paulo, para debater as principais propostas que serão levadas ao 15º Congresso Extraordinário da central, que acontecerá entre os dias 28 e 31 de agosto. O enfrentamento à Reforma da Previdência, a anulação da Reforma Trabalhista e da legislação que tornou a terceirização irrestrita serão temas destacados no encontro.

Veja a seguir a íntegra da nota da CUT.

Temer tira dez reais do salário mínimo para pagar a conta do golpe

Para economizar R$ 3 bilhões por ano, Temer anunciou nesta quarta-feira (16) redução de R$ 10 no valor salário mínimo previsto para 2018 – de R$ 976, o SM caiu para R$ 969.

Para a CUT, a justificativa do governo, escondida por trás de um argumento técnico, é mais uma medida de Temer para penalizar a classe trabalhadora com a retirada de direitos e redução da renda.

Um governo que gastou mais de R$ 15 bilhões em dinheiro público para se livrar da investigação de corrupção na Câmara dos Deputados, tira do bolso do trabalhador um dinheiro que poderia ser usado para comprar pelo menos 1 quilo de feijão (R$ 5,48) e outro de arroz (R$ 3,20) por mês. Isso é um crime contra a humanidade.

E isso em um momento de recessão profunda, com a economia estagnada, desemprego recorde, corte em programas sociais como bolsa família, fim de programas como o “Farmácia Popular”, congelamento de gastos na saúde e na educação; além de ataques sistemáticos aos direitos trabalhistas, como a reforma Trabalhista, terceirização, trabalho dos comerciários aos domingos e feriados e congelamentos de salários dos servidores.

A CUT entende que Temer não tem uma política econômica que aqueça o mercado interno, gere emprego e renda, estimule a circulação do dinheiro; trabalha com o extermínio da classe trabalhadora e dos mais pobres.

Qualquer pessoa minimamente informada sabe que, o reajuste do salário mínimo tem um efeito importante, pois contribui para aquecer o mercado interno, elevar os pisos salariais de categorias com salários mais baixos e os benefícios de quase 60% dos aposentados que recebem até 1 salário mínimo.

Para a CUT, o governo ilegítimo e golpista de Temer não pensa nos/as trabalhadores/as, tirou o povo do Orçamento da União e comete um crime nunca antes visto na historia do Brasil, que é reduzir o valor do salário mínimo.

A CUT conclama toda a sociedade brasileira para que se junte as mobilizações que fará contra mais essa medida irresponsável e criminosa do governo Temer.


São Paulo, 18 de agosto de 2017

Executiva Nacional da CUT

Fonte: CUT Nacional

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde/Clínico Geral - Ramal 9024
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Lazer
Serviços
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia