Notícias
 
Desmontes na CLT e Previdência: Classe trabalhadora obtém primeiras vitórias
Saiba em que pé estão as reformas que visam ceivar direitos dos trabalhadores
27/06/2017




  As reformas trabalhista e previdenciária, que visam acabar com a CLT e a aposentadoria da classe trabalhadora, vêm tramitando no congresso nacional desde o ano passado. No inicio do ano, o governo ilegítimo de Michel Temer, apoiado pelos empresários, deixou bem claro seu desejo: aprová-las até o final de junho de 2017.

A classe trabalhadora mostrou grande mobilização e união na Greve Geral de 28 de abril e no “Ocupa Brasília” de 24 de maio, além dos diversos atos e paralisações em todo Brasil ao longo desse ano. Com a pressão popular, que só cresce, o governo se viu obrigado a recuar na reforma da Previdência e está encontrando dificuldades em avançar na trabalhista.

O relatório do projeto de "reforma" trabalhista (PLC 38) foi rejeitado na terça-feira, 20 de junho, na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado por 10 votos a 9, contando com o voto favorável da senadora Ana Amélia Lemos (PP). O líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), previa que o texto estaria pronto para ir a plenário a partir do próximo dia 28 de junho. Durante a reunião da CAS, o senador gaúcho Paulo Paim (PT), que votou contra o relatório, apelou para um entendimento em outras bases, criticando o "desespero" de aprovar um texto sem qualquer mudança. "Qualquer pessoa séria, ao ler aquele projeto, acha aquilo inaceitável. Não pode vir um projeto que altera a CLT em 117 artigos aqui para a Casa e a gente só carimbar, sabendo que a Câmara cometeu absurdos", afirmou Paim.

Apesar de o texto ter sido rejeitado na CAS, a reforma trabalhista ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pelo plenário do Senado. O ilegítimo presidente Michel Temer minimizou a derrota sobre a reforma trabalhista e afirmou que “a vitória no plenário é certa, é maioria simples. Não é surpresa negativa essa derrota. Esse processo tem várias fases, várias etapas. E nas etapas você ganha uma, ganha outra, perde outra. O que importa é o plenário. O Brasil vai ganhar no plenário", afirmou em sua conta no Twitter enquanto esteve em viagem à Rússia.

"Reforma" trabalhista: Insegurança dos Brasileiros
Uma pesquisa realizada pela CUT e Vox Populi mostra que 68% da população acha que as propostas apresentadas pelo governo de Michel Temer favorecem mais os patrões do que os trabalhadores. As reformas propostas pelo governo Temer estão deixando os brasileiros inseguros, segundo pesquisa CUT/Vox Populi. Pelo levantamento, 89% dos entrevistados temem não conseguir sustentar a sua família com a aprovação da reforma trabalhista, que impõe alterações da CLT, como o contrato temporário.

"Reforma" da Previdência está parada

Segundo informações divulgadas pela imprensa, após a vitória da classe trabalhadora na CAS, o governo disse que a reforma da Previdência vai atrasar e ninguém sabe quando haverá clima político para votação do tema. Aliados de Temer afirmaram que a reforma está parada "por causa das denúncias" feitas pelo empresário Joesley Batista, da JBS, contra o presidente, que vão desde corrupção passiva até obstrução da Justiça. Em nenhum momento o governo e aliados reconhecem que a paralisação da reforma da Previdência e a vitória da oposição na CAS na reforma trabalhista são resultado das mobilizações da sociedade e do medo de deputados e senadores governistas de perderem prestígio e não se reelegerem nas próximas eleições.

 
Veja também
 
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Lazer
Serviços
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia