Notícias
 
Golpistas entregam Pré-sal pra quitar outra parcela do apoio ao golpe
.
06/10/2016


Na quarta-feira, base deste governo aprovou por 292 votos a favor e 101 contrários o projeto de lei 4.567/2016


Quem está pagando o pato, somos nós, povo brasileiro. O Brasil está pagando caro aos financiadores do golpe contra a democracia, que colocou no poder um governo ilegítimo, formado por golpistas corruptos e entreguistas lesa-pátria.

Na quarta-feira, 5 de outubro, a base deste governo, por 292 votos a favor e 101 contrários, aprovou no Congresso Nacional, a toque de caixa, sem discutir com o povo, o projeto de lei 4.567/2016, que retira da Petrobrás a obrigatoriedade de ser a operadora única do pré-sal. De autoria de José Serra (PSDB-SP), atual ministro das Relações Exteriores do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB-SP), o projeto também determina o fim da participação mínima de 30% da empresa brasileira nos campos licitados e abre as porteiras para o capital estrangeiro explorar essa riqueza nacional. O projeto segue para a quase certa sanção presidencial.

Na prática, o PL 4567 rasga o regime de partilha aprovado durante o governo Lula para garantir que 50% do lucro com os royalties fossem destinados para um fundo social, de onde o governo tiraria recursos para aplicar em educação (75%) e saúde (25%). Perdem as cidades que não têm refinarias ou poços de petróleo e a sociedade em geral.

Para aprovar o projeto, os golpistas – com a ajuda da grande mídia – usaram a mentira deslavada de que a Petrobras está quebrada por causa dos desvios de recursos da levantados na Operação Lava Jato. Assim, fica quitada mais uma parcela do carnê do golpe.

PRÓXIMAS PARCELAS

As próximas parcelas a serem pagas pelo governo aos donos do capital pelo apoio ao golpe, serão a aprovação da PEC 241, que pode congelar os investimentos em serviços públicos por 20 anos, e a futura reforma da Previdência Social, que pode aprovar a idade mínima das aposentadorias para 70 anos ou mais. Mais uma vez, com o apoio da grande mídia, os golpistas mentem dizendo que é preciso fazer ajuste fiscal e superávit primário para o Brasil sair do buraco, e que a Previdência Social tem um déficit insuportável.

RESISTÊNCIA

Para tentar impedir a entrega do Pré-sal, dirigentes da CUT e da FUP – Federação Única dos Petroleiros, com o apoio do PT e outros partidos de defendem a soberania nacional, marcaram presença no Congresso Nacional, mas foram impedidos pela polícia e sofreram hostilidades sob orientação da nova mesa presidida por Rodrigo Maia (DEM-RJ), assim como acontecia quando a casa estava sob a presidência do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Na ocasião, a CUT denunciou o vazamento de documentos – obviamente ignorados pela grande mídia – que mostravam um acordo entre o ministro José Serra com a empresa Chevron, para mudar as regras de exploração do pré-sal.

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde/Clínico Geral - Ramal 9024
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia