Notícias
 
Pesquisa mostra relativa estabilidade da taxa de desemprego
Rendimento médio real apresentou redução para o total de ocupados, assalariados e autônomos
14/01/2016




As informações captadas pela Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre (PED-RMPA) para o mês de novembro (*) de 2015 mostram redução do nível ocupacional e relativa estabilidade da taxa de desemprego. O rendimento médio real referente ao mês de outubro de 2015 apresentou redução para o total de ocupados, assalariados e autônomos.

Comportamento do mês

1. Conforme os dados da PED-RMPA, a taxa de desemprego total apresentou relativa estabilidade em novembro, passando de 10,1% para 10,2% da População Economicamente Ativa (PEA). A taxa de desemprego aberto permaneceu no mesmo patamar do mês anterior, situando-se em 8,7% da PEA. Nessa mesma base comparativa, a taxa de desemprego oculto variou de 1,4% para 1,5%.

2. O número total de desempregados em novembro foi estimado em 189 mil pessoas, apenas um mil a mais do que no mês anterior. Esse resultado ocorreu pela combinação entre a saída de 17 mil pessoas da força de trabalho e o decréscimo de 18 mil pessoas no contingente de ocupados. A taxa de participação, no período, diminuiu de 54,5% para 54,0%.

3. Em novembro, o nível ocupacional na RMPA apresentou redução de 18 mil pessoas, tendo seu contingente estimado em 1.660 mil ocupados. Com referência aos principais setores de atividade econômica analisados, constatou-se diminuição do nível ocupacional na indústria de transformação (menos 9 mil ocupados, ou -3,3%) e no comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas (menos 14 mil, ou -4,4%). Por outro lado, nos serviços observou-se aumento do nível ocupacional (mais 9 mil, ou 1,0%), e na construção houve uma variação positiva (mais um mil, ou 0,8%).

4. Segundo a posição na ocupação, houve pequena redução do emprego assalariado (menos 7 mil empregos, ou -0,6%). No âmbito do setor privado, ocorreu retração no assalariamento com carteira assinada (menos 5 mil empregos, ou -0,6%) e no sem carteira assinada (menos 6 mil empregos, ou -7,1%). Já o setor público apresentou elevação do emprego (mais 4 mil pessoas, ou 2,0%). Em relação aos demais contingentes, verificou-se redução do nível ocupacional para os trabalhadores autônomos (menos 14 mil indivíduos, ou -6,4%) e para os empregados domésticos (menos 1 mil empregos, ou -1,2%), enquanto o agregado demais posições apresentou crescimento (mais 4 mil, ou 2,2%) — inclui empregadores, donos de negócio familiar, trabalhadores familiares sem remuneração, profissionais liberais, etc.

5. Entre setembro e outubro, reduziram-se os rendimentos médios reais de ocupados (-2,6%), assalariados (-2,3%) e trabalhadores autônomos (-4,9%). Em termos monetários, esses rendimentos passaram a corresponder a R$ 1.825,00, R$ 1.775,00 e R$ 1.520,00 respectivamente.

6. Em outubro, a massa de rendimentos reais registrou redução para ocupados (-3,6%) e assalariados (-2,6%). Esse resultado deveu-se, principalmente, à retração do rendimento médio real para os dois grupos.

Comportamento em 12 meses

7. Entre novembro de 2014 e novembro de 2015, a taxa de desemprego total na RMPA aumentou de 6,3% para 10,2% da PEA. No mesmo período, a taxa de desemprego aberto elevou-se de 5,4% para 8,7%.

8. Na comparação anual, o contingente de desempregados teve um acréscimo de 72 mil pessoas. Esse resultado deveu-se à redução do nível de ocupação (menos 79 mil postos de trabalho, ou -4,5%) ter sido superior à saída de pessoas no mercado de trabalho da Região (menos 7 mil, ou -0,4%). A taxa de participação reduziu-se de 54,5% para 54,0% no mesmo período.

9. Na comparação de 12 meses, verificou-se decréscimo de 4,5% no nível ocupacional. Observou-se redução no comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (menos 49 mil, ou -13,9%), na indústria de transformação (menos 31 mil, ou -10,5%), na construção (menos 6 mil, ou -4,8%). O setor serviços foi o único que apresentou variação positiva (mais 6 mil, ou 0,6%).

10. De acordo com a posição na ocupação, na comparação anual, observou-se diminuição do contingente de assalariados (menos 41 mil, ou -3,3%), resultante da redução no setor privado (menos 38 mil, ou -3,7%) e, em menor intensidade, no setor público (menos 2 mil, ou -1,0%). No âmbito do setor privado, houve diminuição tanto entre os sem carteira assinada (menos 21 mil, ou -21,0%), quanto entre os com carteira assinada (menos 17 mil, ou -1,8%). Com relação aos demais contingentes, verificou-se decréscimo para os trabalhadores autônomos (menos 47 mil, ou -18,7%) e para os empregados domésticos (menos 1 mil, ou -1,2%), enquanto, para o agregado demais posições, houve elevação (mais 10 mil, ou 5,8%).

11. Entre outubro de 2014 e outubro de 2015, houve redução dos rendimentos médios reais dos ocupados (-8,6%), dos assalariados (-9,1%) e dos autônomos (-23,3%).

12. A massa de rendimentos reais retraiu-se, no mesmo período, em 10,8% tanto para os ocupados quanto para os assalariados. Em ambos os casos, esse resultado deveu-se, principalmente, à redução do rendimento médio real.

 

OBS.: (*) Refere-se ao trimestre móvel dos meses de setembro, outubro e novembro de 2015. As informações sobre rendimento correspondem ao trimestre móvel anterior (agosto, setembro e outubro 2015).

 

 

Fonte: Dieese

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia