Notícias
 
Líder de Israel pede desculpas a presidenta Dilma
Mídia brasileira agiu como "anã diplomática": deu capa à crítica de um porta-voz e "esqueceu" de dar o mesmo destaque ao pedido de desculpas do presidente de Israel
12/08/2014


O recém-eleito presidente de Israel, Reuven Rivlin, apresentou desculpas à presidente Dilma Rousseff durante telefonema ontem sobre as recentes declarações do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Yagal Palmor, que geraram um mal estar na relação diplomática entre os dois países.

"O chefe de Estado israelense apresentou desculpas pelas recentes declarações do porta-voz de sua Chancelaria em relação ao Brasil", informou, em nota, a assessoria da Presidência. "Esclareceu que as expressões usadas por esse funcionário não correspondem aos sentimentos da população de seu país em relação ao Brasil."

Após o governo brasileiro ter condenado o que chamou de "uso desproporcional da força" por Israel e convocado o embaixador brasileiro em Tel Aviv, Henrique da Silveira Pinto, o porta-voz da chancelaria de Israel afirmou, em Jerusalém, que o Brasil "é um anão diplomático", e "cria problemas" ao invés de contribuir para solucionar a questão.

No telefonema, Dilma fez referência "aos laços históricos que unem os dois países há várias décadas" e evocou "a grave situação atual da faixa de Gaza". Palmor, por sua vez, afirmou "que o país estava defendendo-se dos ataques com mísseis que seu território vinha sofrendo", diz a nota. "A presidenta Dilma afirmou que o governo brasileiro condenara e condena ataques a Israel, mas que condena, igualmente, o uso desproporcional da força em Gaza, que levou à morte centenas de civis, especialmente mulheres e crianças", segue o texto, destacando "a posição histórica do Brasil em todos os foros internacionais de defesa da coexistência entre Israel e Palestina".

OPINIÃO: Mídia brasileira, uma anã-diplomática

Um sub do sub do sub da diplomacia israelense acusa o Brasil de ser “irrelevante” e um “anão diplomático” por criticar publicamente o massacre de palestinos pelo exército de Israel.
A notícia vai para a capa de todos os jornais.

Aí quando o próprio presidente de Israel pede desculpas ao Brasil, ninguém dá manchete. Alguns nem sequer mencionam a notícia na primeira página; quando o fazem, é sem destaque.
E ainda uma coisa estranha. Na versão digital do impresso, a notícia aparece na capa da Folha, embora sem destaque. Mas no jornal impresso que eu recebo, nada, zero, nenhuma menção às desculpas do presidente de Israel. Nem na capa, nem no miolo. Não deve ter dado tempo…

Esse viralatismo já virou patológico! Aliás, de viralatismo isso já se tornou antinacionalismo!

 


Fontes: Valor Econômico e Miguel do Rosário em http://www.ocafezinho.com/2014/08/12/midia-brasileira-e-ana-diplomatica/

 

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia