Notícias
 
24 de janeiro, Dia Nacional do Aposentado
Aposentados não têm motivos para celebrar data com festas
24/01/2014


Aposentados não têm motivos para celebrar data com festas


Hoje é celebrado – sem festas - o Dia Nacional do Aposentado e os 91 anos da Previdência Social. No País, são mais de 17,5 milhões de aposentados e, embora o próprio INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) afirme que “a economia de muitas cidades do país só sobrevive graças à renda mensal recebida por esses aposentados”, a realidade é que os contribuintes não têm ilusões sobre a possibilidade de parar de trabalhar e só viver do benefício. Na maioria dos casos, os altos custos com remédios, alimentação diferenciada e convênio médico ultrapassam 70% do benefício. Por isso, depois de uma vida trabalhando e contribuindo com o INSS, muitos aposentados não podem se dar ao luxo de descansar.

O grande drama é a queda no poder aquisitivo. Normalmente, a inflação dos aposentados é maior. Além disso, a política salarial adotada pelo governo para os aposentados que ganham acima de um salário minimo está causando um achatamento sem precedentes nos benefícios. No ramo metalúrgico é comum encontrar trabalhadores/as que se aposentaram com cinco ou seis salários mínimos e hoje recebem menos de dois, por exemplo.

A valorização dos benefícios é mais do que uma questão de justiça, é uma questão de sobrevivência, pois os ganhos têm sido reduzidos justamente para os que mais precisam, no momento em que crescem os gastos.

Dos 28 milhões de aposentados e pensionistas brasileiros, 73% estão na base da pirâmide, recebendo tão somente o salário mínimo. De acordo com o Dieese, entre 1995 e 2011, o aumento real acumulado da aposentadoria foi de 25,25%, enquanto o do salário mínimo nesse mesmo período foi de 522%.

Além da valorização dos benefícios, o Sindicato Nacional dos Trabalhadores Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sintapi/CUT) está reforçando a luta pelo fim do fator previdenciário. “Há mais de dez anos o fator previdenciário vem lesando milhões de trabalhadores que se aposentam com a redução de até 40% nos seus benefícios”, disse o presidente do Sindicato, Epitácio Luiz Epaminondas (Luizão), para quem “já pas-sou da hora de por fim a este criminoso e vergonhoso redutor. O fim do fator é uma exigência da socieda-de. A Câmara dos Deputados tem de votar o projeto que põe fim a esta barbaridade, que vai na contramão dos interesses do povo brasileiro”, disse.

PRINCIPAIS REIVINDICAÇÕES DOS APOSENTADOS

1- Reajuste de todos os benefícios previdenciários no mesmo índice, rejeitando a distinção entre segurados de igual natureza e condição.
2- Recuperação das perdas financeiras, provocadas por reajustes defasados ou diferenciados, adotando-se a fórmula prevista no Projeto de Lei nº 4.434, já aprovado pelo Senado Federal e que se encontra para-lisado na Câmara dos Deputados.
3- Fim do fator previdenciário e ressarcimento a todos aqueles que tiveram seus direitos usurpados, com redução no valor dos benefícios;
4- Devolução, com transparência e devida correção, dos valores subtraídos da Previdência Social, por exemplo, para a construção de Brasília, da rodovia Belém-Brasília, da ponte Rio-Niterói e tantas outras obras monumentais.
5- Regulamentação do direito do aposentado a novo cálculo de seu benefício quando continua trabalhando e contribuindo obrigatoriamente com a Seguridade.
6- Assistência médica de qualidade, como preconizada no Estatuto do Idoso, com atendimento preferencial para as pessoas acima de 60 anos de idade.

 
Veja também
 
 
Ramais - SEDE STIMEPA
  • Telefone Principal: (51) 3371-9000
  • Saúde do Trabalhador - Ramal 9025
  • Cobrança - Ramal 9023 e 9028
  • Jurídico - Ramal 9029
  • Homologação - Ramal 9046
  • Secretaria Geral - Ramal 9026
  • Administrativo/Financeiro - Ramal 9018
 
Redes Sociais
 
 
Folha Metalúrgica
 
Assista
 
Escute
Escolha o áudio abaixo...

 
Boletim Eletrônico
Receba em seu e-mail o boletim eletrônico e informes do Sindicato

Não quero mais participar
 
Veja Também
 
 
O Sindicato
  Institucional
  História
  Diretoria
  Base do Sindicato
  Subsedes
  Aposentados
  Colônia de Férias
  Lazer
Serviços
  Benefícios para Associado
  Tesouraria
  Jurídico
  Homologação
  Médico
Convenções
  Metalurgia
  Reparação de Veículos
  Máquinas Agrícolas
Galerias
  Fotos
  Vídeos
  Escute
  Notícias
  Opinião do Sindicato
  Folha Metalúrgica
  Publicações
CNM  FTM RS  CUT
 
Stimepa - Sindicato dos Metalurgicos de Porto Alegre
Av. Francisco Trein, 116 - Cristo Redentor - CEP 91350-200
Telefone: (51) 3371.9000 - Porto Alegre - RS
 
Omega Tecnologia